Geral

Os melhores souvenirs para trazer de 10 países da Europa

De Espanha…Nada como o tradicional e emblemático leque! “nuestros hermanos” não passam sem ele e a nós também dará um jeitão!

A Alemanha é óptima para lembranças kitsch e intemporais. Seja um relógio de cuco, paninhos de mesa, um íman para o frigorífico, encontrará com certeza algo interessante…

Da Bélgica….Pois claro está, não pode deixar de trazer o famoso chocolate Belga! As opções são mais que muitas por isso,vai ter que escolher o seu favorito… Avisamos desde já que não é tarefa fácil…

Itália está cheia de mercados ao ar livre repletos de artigos em pele. O mercado mais famoso do país – e o local ideal para encontrar artigos de qualidade – é o Mercado San Lorenzo, em Florença. Tem muito por onde escolher, desde malas, carteiras, cintos e casacos. Também o Limoncello, azeite, vidro de Murano e vinagre balsâmico são sem duvida excelentes lembranças que pode trazer deste país. Tome atenção aos tamanhos caso viaje apenas com bagagem de bordo.

Na Áustria as“bolas Mozart” podem ser encontradas em qualquer supermercado deste país. Tratam-se de  esferas de maçapão revestidas a chocolate e envolvidas em papel com o rosto do compositor. São deliciosas e icónicas deste país!

Da França um perfume francês é sempre algo muito elegante e requintado. Poderá comprar esse souvenir de uma forma mais original numa das muitas lojas de velas de Paris que datam do século XVII.

Na Holanda os deliciosos e doces “stroopwafels” são uma excelente lembrança holandesa. Servido em cima do café fumegante para derreter o centro do caramelo do biscoito fica ainda mais apetitoso!

Do Reino Unido….O que é mais britânico do que uma chávena de chá? Com misturas secas e especiais disponíveis em quase todas as lojas, o chá é a lembrança perfeita para trazer após uma viagem ao Reino Unido. Os mais divertidos poderão também optar por uma lembrança com o rosto da rainha…Uma caneca quem sabe?!

Na Turquia o café turco é conhecido por ser mais forte e mais doce do que o café que normalmente se bebe pelo mundo. Kurukahveci Mehmet Efendi é uma das marcas mais históricas do país. Esta poderá ser uma excelente opção de lembrança!

Na Suécia os cavalos pintados às cores são agora considerados o símbolo não oficial do país. Começaram a ser produzidos no início do século XIX e têm o nome da região nde surgiram: Dalarna. Embora sejam populares como lembranças, muitos moradores também os têm nas suas casas. O cavalo vermelho é o mais tradicional.

Share:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solve : *
10 − 3 =


Secured By miniOrange